Criando Guildas

Ir em baixo

Criando Guildas

Mensagem  Queops em Qua Maio 20, 2009 1:28 am

Primeiro, é preciso começar do básico, senão o resto complica. Recrute vices de confiança. É, simples assim. Você precisa lembrar que os vices serão seus braços direitos e esquerdos na guilda, você poderá e terá que confiar a eles tarefas importantes, segredos de estado, terá que discutir planos, então, por favor, não vá no trade gritar "recruto vices pra minha guilda br lvl 20+ premmy, msg me!" Porque tu não dura três meses com sua guilda. Confie nos seus vices. Eles precisam, acima de tudo, serem seus amigos(RLs ou não). Assim que decidir criar uma guilda, arrume uns vices muito bons e confiáveis. Depois daí, tudo vai ficar mais fácil, vai ver.


Segundo, pense em como vai ser sua guilda. Não, não falo de como ela vai ser "legal", pense na história dela, no tema, em um motivo para unir a todos, seja amizade, RPG, um sonho, um ideal, pense e se puder escreva uma história, bem caprichada, para a sua guilda ser única. Pense bem nisso, pra depois criar o nome.
Por exemplo, vamos supor que eu quero criar uma guilda de veneradores do fogo. Eu vou pensar na história, por exemplo, de um feitiçeiro fascinado pelas artes arcanas das chamas, que venera-as e as admira, e pretente unir pessoas que compartilham esse sentimento para venerar as chamas e usar seu poder. Ai, eu vou criar um nome e escrever uma introdução de acordo. É claro, SEMPRE em inglês, senão por mais bem elaborada que sua guilda seja, vai parecer a mesma merda de sempre pros não brasileiros, que são muitos. E o inglês bem escrito dá um ar de foda pra guilda, então não deixe de usá-lo!
Eu pensei, e acho que "Flame Servants", ou "Servos das Chamas" seria um bom nome.


Terceiro, pense bem no nome dos seus ranks. Se você colocar "Chefaum", "Vices fodas", "Pallys", "Sorcs", "Kinas", etc, sem ofensas, mas sua guilda vai ficar uma bosta. Os ranks tem que ser bem elaborados, bem pensados, de acordo com o tema da guilda, quanto melhores forem esses subtítulos, melhor e mais foda a sua guilda vai parecer.
Para criar os ranks, o pessoal geralmente segue três critérios diferentes:
Level, Vocação, Ou os dois.
No caso do level, é um rank pra 10-20, outro pra 20-30, outro pra 30-40, assim por diante, já pras vocações, cada uma em um rank, óbvio, e no caso dos dois, são muitos ranks pra vocações, que são dividas por level.
Por exemplo, a nossa guilda dos "Servos das Chamas". Quero separar os membros por level, vocação, e confiança(o quanto eu confio na pessoa), e a partir daí, crio os seguintes ranks:

* Ancient Flamemaster(Ancião Mestre das Chamas)(Líder)
* Flamelords of the Council(Senhores das Chamas do Conselho)(Vices)
* Bringers of the Elternal Flame(Portadores da Chama Eterna)(Para level 50+, qualquer vocação, muito confiáveis)
* Flamewave Invokers(Invocadores da Onda de Chamas)(Para Sorcerers level 35 a 50, confiáveis)
* Flamestorm Pit Fighters(Lutadores da Liça da Tempestade de Chamas)(Para Knights level 35 a 50, confiávies)
* Firemasters Far Fighters(Lutadores Distantes Metres das Chamas)(Para Paladinos level 35 a 50, confiáveis)
* Flame Druid WoundHealer(Druida das Chamas Cura-feridas)(Para Druidas level 35 a 50, confiáveis)
* Flame Soldiers(Soldados das Chamas)(Para todas as vocações, não confiáveis, desde o level mínimo até o infinito)
* Diciples of the Eternal Flame(Dicípulos da Chama Eterna)(Para todas as vocações, level mínimo a 34, confiáveis)


Agora, compara uma guilda com esses ranks com uma outra qualquer, e OLHA A DIFERENÇA. Mesmo se os leveis fossem parecidos, olha como essa parece muito mais foda e mais doida. Os nomes dos ranks contam muito para uma guilda, decidam-se bem na hora de escrevê-los!
avatar
Queops
Admin
Admin

Mensagens : 55
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2009
Idade : 28
Localização : uberlandia

Ficha do personagem
Nome do Personagem:
Raça/Classe/Nivel:
HP:
10/10  (10/10)

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/queops

Voltar ao Topo Ir em baixo

Escolha da liderança

Mensagem  Queops em Qua Maio 20, 2009 1:29 am

Bem, já escreveu o nome da guilda, a história, os ranks, e já achou vice-líderes de confiança, agora o lance é a introdução! Ora, se você escreveu a história já é um grande passo, mas se não, escreva o que é a guilda, o que ela representa, um pouco da história, nada de "Recrutamos level 20+ todas as vocações!", por favor. Como o nome da guilda e os ranks, uma boa introdução causa uma excelente impressão.


Olha só, que ótimo, agora que a guilda está ativa e recrutando membros, tá na hora de você pensar em umas figuras importantes que devem aparecer numa guilda, e na função de cada uma.
Primeiro, é claro, é o líder. Isso mesmo, você cara. Você é a pessoa mais importante da sua guilda, o pilar, a base, é uma figura fundamental para que a guilda permaneça viva!

Como um líder, você deve arcar com as responsabilidades de pagamento de uma futura guildhouse, com a responsabilidade de organizar a guilda, saber como ela anda, de manter os outros em dia com notícias, de organizar reuniões periódicas, pode parecer pouco, mas você é O CARA da guilda, todos que forem perguntar algo, vão perguntar a você, você é o organizador, o armador central, o capitão do time. Não desaponte a equipe hein!!

Segundo, temos os vices. Eles vão ser você quando você não estiver lá, por isso precisam ser confiáveis, eles vão te representar quando estiver fora! Além dissos, eles precisam participar das reuniões, e dividem a parte "braçal" da cordenação da guilda, um mantém as noticias atualizadas, outro promove os membros, outro pode agir de diplomata, recrutador, coletor, assim vai. Ser vice dá trabalho, menos que ser o líder, que faz tudo isso(=P), mas dá trabalho, é uma grande responsabilidade.

Terceiro, nenhuma boa guilda pode sobreviver sem um diplomata! Ele é tão crucial quanto o líder na hora de uma negociação, ele negocia com guildas que ameaçem guerra, é responsabilidade dele impedir ou provocar uma guerra, pode ser um fator crucial em muitas ocasiões, por exemplo quando o diplomata da minha antiga guilda evitou uma guerra com caras 20 leveis mais fortes só negociando.

Um diplomata precisa ser um bom orador, precisa saber dizer as coisas na hora certa, precisa saber negociar, saber falar, em uma negociação, ele e o líder vão estar praticamente sozinhos, precisa escolher muito bem, ele pode ser tão importante quanto os vice líderes!

Quarto, temos o recrutador, o cara que recruta novatos. Bem, digamos que o líder já tem trabalho demais pra ficar tendo que ouvir cada noob se apresentando e querendo entrar na guilda, o recrutador é o cara que segue certos critérios para recrutar um possível candidato à guilda ou não. Importante, claro.

Quinto, mas não menos importante, temos o coletor! Caso vocês comprem uma guildhouse, ele vai ser o cara que vai cutucar cada membro da guilda pedindo as taxas, pra você não ter que pagar aquela parafernália toda sozinho. É vital que todos os membros saibam que esse cara é o coletor(um subtítulo pessoal ajuda) porque senão podem ficar desconfiados e podem se recusar a entregar o rico dinheirinho deles.

Certifique-se que na sua guilda exista pelomenos um de cada desses ai, eles são essenciais!
avatar
Queops
Admin
Admin

Mensagens : 55
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2009
Idade : 28
Localização : uberlandia

Ficha do personagem
Nome do Personagem:
Raça/Classe/Nivel:
HP:
10/10  (10/10)

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/queops

Voltar ao Topo Ir em baixo

subtítulos pessoais...

Mensagem  Queops em Qua Maio 20, 2009 1:31 am

Agora que tem a introdução da guilda, os ranks, o nome dela, já recrutou bastante gente, que tal começar uma diferenciação? É claro, 5 pessoas no mesmo rank podem ter a mesma força ou a mesma vocação, mas são pessoas diferentes, concorda? Portanto, nada melhor do que conferir, às vezes até como um prêmio, um subtítulo pessoal a um mebro, como, seguindo o exemplo da minha guilda, um knight que se destacou em uma batalha que ocorreu perto de carlin, receberia como prêmio o subtítulo pessoal de "Warrior of the glory" ou "Warrior of the fields of glory"(por que ele lutou nos "fields of glory").

Os subtítulos pessoais dão um caráter pessoal a cada membro, e é sempre legal ter um subtítulo, certo?

Ah, e não coloque, se puder evitar, subtítulos como "Protected by Highlevel tal", porque isso não é lá muito original, não é algo que diferencia o membro dos outros do rank(vão saber que ele é protegido, e não uma característia pessoal dele, um destaque, ou sei lá), e fora que se esse highlevel arrumar confusão você vai, provavelmente, ser o alvo número dois.
Dentre outros exemplos de subtítulos, podería-se colocar, em um cara que sempre morre nas batalhas e retorna pras mesmas, ou pra um cara que sempre parece todo ferrado na luta(no meio de uma trap, por exemplo) mas consegue se safar quase sempre, um subtítulo de "Rising Fenix"(Fenix Ascendente, porque a fenix renasce das cinzas), ou pra um kina grosso que só tira hit alto o subtítulo de "Behemont"(a criatura grande, marrom que arremessa rochas em você, lá de edron), é assim, precisa ser criativo, inovador, um subtítulo diferente vai destacar os seus membros, vai mostrar o quanto sua guilda pode ser única.

Agora, a sua guilda já reúne uma bela quantidade de membros, mas ai chegamos a um ponto sensível. Será que esses membros vão poder fazer o que quiser, e a guilda vai arcar com as consequencias? Qual vai ser o código de conduta dos membros, as penas, sim, é algo que precisa ser pensado, senão, quando você for aplicar uma punição, o safado vai poder falar "mas você não me avisou que não podia!"

É amigo, tá na hora de você elaborar as leis e os princípios da guilda. Reúna-se com seus vices e membros mais importantes, pegue água, pão, muitos scrolls, e começem a discutir, pois essa é uma parte importante de uma guilda, mesmo que muitas não façam idéia do que viria a ser isso.
Abaixo, dou alguns exemplos de como seria a constituição da "Flame Servants"SadÉ lógico, não precisa falar naquele alfabeto arcaico e complicado pra ficar chique, tem que ser uma coisa bem clara mesmo)

* At first, it's strictly forbidden to steal things like lootbags and money from another people(Primeiro, é estritamente proibido roubar coisas como lootbags e dinheiro de outras pessoas)
* It's forbidden to kill another people unless if they are ofending or insulting another member of the guild or the eternal flame(É proibido matar outras pessoas a não ser que estas estejem ofendendo ou insultando outro membro da guilda ou a chama eterna)
* It's forbidden for a member, excepting the leader, to declare war against another guilds(É proibido para um membro, a não ser para o líder, declarar guerra a outras guildas)
* As a member, It's your obligation to help a member in need(Como um membro, é a sua obrigação ajudar um membro em necessidade)


E por ai vai, você tem que colocar os princípios básicos da guilda, de ajudar outro membro, o que um membro de cada rank pode ou não fazer, como os membros da guilda devem agir perante uma certa situação, tudo isso deverá ser escrito na constituição da guilda. Com isso, seus membros ficam ainda mais unidos por um vínculo de regras e princípios que guiará toda a guilda para um mesmo caminho. Pode parecer muita mão de obra, mas você vai ver que isso vai acabar não sendo tão ruim quanto imagina.
avatar
Queops
Admin
Admin

Mensagens : 55
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2009
Idade : 28
Localização : uberlandia

Ficha do personagem
Nome do Personagem:
Raça/Classe/Nivel:
HP:
10/10  (10/10)

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/queops

Voltar ao Topo Ir em baixo

guildhall

Mensagem  Queops em Qua Maio 20, 2009 1:31 am

Bem, e agora? Sua guilda já está excelente, se destacando, e você recruta muitos membros bons, expulsa or ruins, e vai deixando a guilda cada vez melhor e melhor! Ai, amigo, você vai começar a sentir a falta de um lugar pra galera se reunir, ai você vai ter que comprar uma guildhall!

Pra organizar a compra, é preciso fazer uma reunião geral com os membros da guilda, pra decidir com quanto cada um vai ajudar e qual é a oferta máxima que você vai dar na guildhall, que, é claro, vai ter um tamanho adequado para o número de pessoas da guilda.

Tudo bem, lá vai você no leilão, oferece grana e reza, no site oficial, por sete torturantes dias, até que no último minuto do ultimo dia você dá a oferta final, e a guildhall é sua, ou melhor, de vocês, porque todos ajudaram na compra!

Próximo passo, cobrança de aluguel. Sim, é realmente um saco começar com a guildhouse já cobrando uma taxa, mas se você quer manter essa joça vai precisar de grana, e ai entra o coletor. O mais interessante é cada membro pagar uma taxa igual para a utilização mensal do guildhall, e talvez um extra aqui ou ali, para aqueles que querem uma cama, um quarto só dele, um armário, por ai vai. O pessoal vai pagar pra poder entrar e sair da guildhall sempre que quiser, poder usar como pz pra fazer runas, local de treino, os quartos e etc serão extras, pagos pelos interessados, porque, é claro, não vai ter quarto pra todo mundo. Se a coisa ficar muito concorrida, você pode organizar um revezamento mensal ou trimestral, ou até mesmo uma auction, um leilão trimestral pra ver quem fica com o quarto.

E o bom é que geralmente a guildhouse tem uma salona com uma mesa bem grande para reuniões, perfeita para os encontros com os vices, e um ou outro armários que poderiam ser usados para guardar algumas coisas, ou outras quaisquer.

Ah, você tem que decorar a guildhall de acordo, e não me vem espalhar tudo de itens raros e bons porque isso todo mundo faz, é muito tosco, tem que ser original.

Por exemplo, com a Flame Servants, uma guilda que venera o fogo, a guildhouse poderia ser decorada com aqueles archotes que soltam fogo, umas coisas bem estilizadas, faça algo temático, inovador, diferente, deixe a criatividade fluir, seja diferente!

Se a sua guilda já causa boa impressão, com uma guildhouse bem montada, organizada e decorada, melhor ainda! E quanto melhor a impressão que os outros tem da sua guilda, melhor você se sente e mais pessoas vão querer entrar, então capriche na sua guildhall.
avatar
Queops
Admin
Admin

Mensagens : 55
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2009
Idade : 28
Localização : uberlandia

Ficha do personagem
Nome do Personagem:
Raça/Classe/Nivel:
HP:
10/10  (10/10)

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/queops

Voltar ao Topo Ir em baixo

Desempenho

Mensagem  Queops em Qua Maio 20, 2009 1:32 am

Bem, agora eu diria que temos tudo pronto para a sua guilda começar a crescer, o que fazer? Bem, vocês podem organizar caçadas, treinos em grupo, ficar conversando, mil coisas, mas certamente, em uma situação de guerra, a organização da guilda é o que mais vai pesar, então porque não treinamentos de combate? Não precisam gastar muita coisa ué, é só ter um pouquinho de paciencia e boa vontade, fora que isso acarreta em muita diversão. E é bem simples, faça umas LMMs para simular runas de tiro, IHs para simular UHs, umas poucas firebombs, uma ou outra magic wall, separe a guilda em dois times, vamos supor um de ataque outro de defesa, ou ambos de ataque, e parta pra festa! Treinando táticas em diferentes ambientes, sua guilda vai estar muito mais preparada para uma possível guerra!


Ah, é claro que vão haver situações de emergência. Quem nunca recebeu aquela menssagem de "PK, HELP" do amigo no meio de uma caçada? Quem já não teve que mudar de direção pra parar um thief que tava roubando seu colega? Eu diria que os membros da guilda deveriam estar sempre de prontidão, apesar de tudo, se não for pra ir ajudar, pra acionar contatos que possam ajudar.
Eu diria que, dentre os principios da guilda, estarão os dizeres "ajude um companheiro em necessidade", de modo que sempre que um membro pedisse ajuda por MP ou pelo guildchat, todos os membros disponíveis partem pra ajudar.
Por exemplo, um membro level 33 manda uma menssagem pro guild chat: PK LVL 50! Tem um level 56 e um 48 no chat, eles lêem a menssagem e devem ir ajudar. O level 48 estava parado na frente da guildhall fazendo runas, então rapidamente pega suas coisas e sai correndo ajudar. Já o level 56, está no meio de uma demon hunt, e não pode ajudar. Ele fica parado? Não! Tem um parceiro precisando de ajuda! Então, pra ajudar, ele chama aquele amigo level 60 que tava atoa na casa dele e pede pra ir ajudar o amigo, e ele vai. Isso serve tanto pra um resgate, como pra uma perseguição a PK ou thief. Isso vai criar amizade e união na guilda, fatores muito importantes na hora de uma batalha, uma guilda deve ser unida sempre, então nenhum membro deve hesitar em ajudar outro em necessidade!


Em uma situação de guerra, também, podem-se haver falta de recursos. É claro, uma guilda forte declara guerra e cada um não tem mais de 3BPs de SD ou UH, o que seria um desastre. Talvez, não sei, seria bom os membros colaborarem mensalmente para o crescimento de um estoque de runas emergencial, em caso de guerra ou emergencia(imagine o cara indo ajudar outro membro, ele precisaria pegar somente do estoque de emergência, e não gastaria suas próprias runas!), e é sempre bom ter reservas para guerra, porque sair comprando runas feito doidos meia hora antes da batalha não adianta muita coisa.
Por exemplo, cada membro poderia contribuir com uma BP de SD, UH, Magic Wall ou Firebomb, por mês, para o fundo, e numa situação de guerra essas BPs seriam distribuídas conforme abilidade e vocação de cada um.

Algumas outras idéias: Bem, tem algumas idéias que eu também já tive, podem parecer meio complicadas, mas vocês vão ver que são interessantes até.

Uma idéia que eu tive, é o depot interno de uma guilda. Funcionaria da seguinte maneira: Em uma sala, seriam colocados váios baús e boxes, com baús dentro desses baús, sabe, assim, um pra cada membro. Cada um desses baús teria um pergaminho com uma senha qual somente o dono teria acesso. A essa sala só teria acesso o líder, e nesses baús seriam guardados itens valiosos dos jogadores, que eles não querem perder num possível ataque hacker(o hacker não saberia a senha do baú, talvez nem sobre o esquema de baús!) Uma idéia para proteger os membros!

Outra idéia, seria uma loja da guilda, se não me engano a Mercenarys faz algo parecido com isso. Vamos supor que os membros da sua guilda adorem caçar, e todos os dias vocês juntam vários loots, levam pra um guardar e vender, e depois dividem. Isso com certeza é bom, mas porque não uma loja? Sim, uma loja para a guilda, onde os loots seriam postos à venda. Pensem só, pode parecer a mesma coisa, mas uma loja faz muito mais sucesso que um cara no trade, ali com os itens a mostra, falando que vende, membros confiáveis poderiam se revezar pra cuidar dela, os loots seriam vendidos na loja e distribuídos igualmente entre os que o pegaram(um scroll com os nomes pra cada item basta, um pouquinho de organização e isso é resolvido), e olhem, caso alguém quisesse contribuiu com mais de uma BP de runas por mês para a reserva da guilda, ele poderia ir acumulando créditos na loja pra mais tarde poder comprar um item! Isso tudo, fora que vocês podem enriquecer muito com comércio, vendendo coisas caro e comprando coisas baratas(tenho um colega que tem blue robe, c-legs, g-armor, guardian halberd, skull staff, firesword, mais uns 30k no depot, no LEVEL 22, que conseguiu tudo na base do comércio). Uma loja poderia ser uma ótima fonte de renda pros membros da guilda em geral, e para toda ela.

Um tribunal para a guilda! Não, não seria pra julgar se noobs podem discutir com vocês, seria pra julgar algum problema, discussão, o que seja, que estivesse rolando na guilda. Não precisaria ser complicado, O líder provavelmente seria o juís, ou outro mais aptos, ele e os vices julgariam os casos, haveria um júri, cada um deveria apresentar defesas, screenshots, textos, provas, muita coisa rolaria na base da confiança mesmo, uma coisa assim tira os podres da guilda e resolve problemas em geral, o que faz os membros gostarem ainda mais da guilda, e consequentemente aumenta a popularidade da mesma na multidão!


Bem, já falamos sobre muita coisa, sua guilda está ótima, mas será que ela dura sozinha? Por melhor que ela seja, uma boa aliança salva vidas em uma guerra, introsa membros, cria amizades, contatos, então vamos falar sobre Tratados e Alianças! Relações diplomáticas da guilda com as outras, mais tarefas pro nosso amiguinho diplomata e pra você, meu caro líder. Se você acha que concorda com os ideais de algumas guildas? Acha que poderia se aliar com outra guilda forte? Acha que precisa de ajuda em uma situação de crise? Hora, busque aliados amigo, busque aliados! Isso não é algo simples de se fazer, antes de propor um tratado seus membros e os da outra guilda precisam já se conhecer, ou você deveria pensar no porque de um tratado, caso isso não ocorra ainda. Ter um document com os termos do tratado escritos é sempre bom. Se as duas guildas são muito próximas e amigas, ou se é uma aliança puramente política pra combater algum inimigo em comum, ou o que seja, um document escrito formaliza e reforça o que foi verbalizado entre os líderes/diplomatas.

Existem vários tipos de acordos entre guildas, citando alguns que imaginei, teríamos o acordo de neutralidade ou acordo de não-agressão, um acordo que determina que membros de duas ou mais guildas não podem atacar, agredir, xingar, ou qualquer coisa parecida, um membro da outra guilda, é um acordo do gênero "fica na sua que eu fico na minha!" Em situações de guerra ou de conflito, um acordo desses préviamente feito poderia te livrar de inimigos poderosos!

Teríamos o acordo de aliança, um acordo que determina aliança total entre as duas guildas, isso conta os termos do acordo de neutralidade, e ainda determinaria que um membro de uma guilda deveria sempre ajudar um membro da outra guilda em necessidade, uma devería ajudar a outra em conflítos ou guerras, um acordo de aliança lhe dá aliados poderosos para quaisquer ocasiões!

É claro, um acordo feito é ótimo, mas eu digo que precisa rolar uma confiança entre os líderes, ou as guildas deveriam ter uma garantia(sei lá, um item, uma ss, um vídeo) de que a outra guilda havia assinado o acordo e que não poderia traí-lo, porque, apesar de tudo, existem aproveitadores por ai ;/


O Black Book(Ou black list)! Sim, importante, claro, e muito útil. O black book ou a black list de uma guilda mantém os nomes das pessoas inimigas da guilda, o nível de perigo ou de procurado, esse livro marcam os vigaristas ou pessoas que podem fazer mal a seus membros, em uma guerra, haveriam todos os membros da guilda inimiga, mas também seriam postos thiefs, PKs, looters, todo o tipo de pessoa.

No black book, as pessoas seriam classificadas de uma a cinco caveiras:
Uma caveira: Pequeno Vigarista. São os caras que uma vez ou outra já roubaram um pequeno loot(aquele thief que roubou uma lootbagde 500gps), ou tentaram enganar alguma vez um membro da guilda, ou simplesmente caras chatos que dão no saco. Uma caveira dessas pode expirar em um prazo de um mês, por exemplo, porque não é algo muito grandioso, se é que me entendem. Caso sejam localizados, o membro deve intimidá-lo, ameaçá-lo, atacá-lo para provocar medo, para que o erro seja desfeito(com um pedido de desculpas, devolução do loot, etc)

Duas caveiras: Procurado. São aqueles thiefs que roubaram um loot de médio porte, que já tentaram e conseguiram roubar um membro, PKlizar um membro de escala mais "baixa" na guilda. Os caras assim podem ser removidos do livro em uns 3 meses, vamos supor. Caso sejam localizados, o memrbo deve fazer o mesmo que no caso de cima, mas porém pode usar de força bruta maior em casos extremos, podendo até matar o procurado.

Três Caveiras: Ameaçador. Um PK que já matou algum membro de escala "baixa" ou "média" da guilda, e que já conseguiu escapar alguma vez. Um thief que roubou um realmente GRANDE loot. Três skulls equivalem de 6 meses a 1 ano no livro, membros que derem com esses devem intimidar, usar de força bruta, ou matar, caso seja necessário, para que o erro seja desfeito.

Quatro Caveiras: Perigoso. Um PK que já matou de um a três membros, deve ser tratado como perigoso pela possibilidade dele estar caçando membros da guilda. Esse também pode ser o PK que já conseguiu se esquivar da guilda mais de uma vez. Caso localizado, atacar para matar, até que todos os prejuízos sejam pagos.

Cinco Caveiras: Caçado. Esse é o grau mais alto de caveiras do livro. Pessoas nessa classificação já mataram mais de três membros da guilda, e/ou já escaparam várias vezes dos membros, é uma ameaça constante para a guilda, essa pessoa deve ser posta na VIP com uma caveira, e perseguida por membros caso logue, podendo estes atacar para matar e rookar, caso este se recuse a pagar pelos prejuizos causados.

Esse livro é algo realmente muito interessante para uma guilda, pois assim as pessoas que fizeram mal à guilda pagam pelo que fizeram, caberia ao líder colocar nomes reportados pelos membros, e a guilda ainda ganharia reputação. Casos complicados desses poderiam até ser julgados pelo tribunal da guilda! É claro, só não me vem usar isso pra power abuse, seria o cúmulo, por favor.
avatar
Queops
Admin
Admin

Mensagens : 55
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2009
Idade : 28
Localização : uberlandia

Ficha do personagem
Nome do Personagem:
Raça/Classe/Nivel:
HP:
10/10  (10/10)

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/queops

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Criando Guildas

Mensagem  Lobo Naga em Qua Maio 20, 2009 1:38 am

Queops,

vc esta de parabens por escrever este topico que esta apenas no incio, nos ajude a divulgar, esperamos que em breve possamos melhorarar cade vez mais.


ATT


Lobo Naga
avatar
Lobo Naga
Admin
Admin

Mensagens : 63
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2009
Idade : 30

Ficha do personagem
Nome do Personagem: Lobo Naga
Raça/Classe/Nivel: Elfo / Ladino - 15
HP:
150/150  (150/150)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vlw mano

Mensagem  Queops em Qua Maio 20, 2009 1:47 am

Vlw ai pela força mano

tudo de bom
avatar
Queops
Admin
Admin

Mensagens : 55
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/05/2009
Idade : 28
Localização : uberlandia

Ficha do personagem
Nome do Personagem:
Raça/Classe/Nivel:
HP:
10/10  (10/10)

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/queops

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Criando Guildas

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum